Luximo's Christie's International Real Estate

Portugal apresenta o Green Visa para atrair investimento estrangeiro

Portugal apresenta o Green Visa para atrair investimento estrangeiro

Portugal lança o Green Visa para atrair investimentos amigos do ambiente. Estrangeiros podem obter autorização de residência em Portugal e, até, nacionalidade.

Portugal está na liderança dos países que se preocupam com as alterações climáticas. Até 2050 vai reduzir o carbono a zero. E acaba de criar um programa de residência para estrangeiros que invistam no ambiente. Chama-se Green Visa. Conheça o que precisa de fazer para aderir.

Primeiro foi Malala Yousafzai a dar uma lição ao mundo. A menina paquistanesa, que hoje figura na lista das personalidades laureadas com o Nobel da Paz, tinha apenas 12 anos quando escreveu uma carta à BBC a explicar as condições de vida do seu povo cerceado pela ocupação talibã. E hoje, com 21 anos, continua a lutar pelos direitos das mulheres e pelo acesso à educação das raparigas do seu país. Mais recentemente, foi Greta Thunberg a conseguir transformar-se num movimento internacional. A menina sueca de 15 anos decidiu fazer greve às aulas para ajudar a salvar o planeta. O seu objetivo era obrigar os políticos do seu país a tomarem medidas urgentes contra as alterações climáticas. Mas o apelo foi ouvido no mundo todo.

"Nós, as crianças, normalmente não fazemos aquilo que vocês nos mandam fazer. Fazemos o que vocês fazem. Uma vez que os adultos não se importam com o meu futuro, também não me importarei. O meu nome é Greta e estou numa greve às aulas até às eleições gerais suecas", anunciou a jovem num vídeo partilhado no YouTube, ampliando a mensagem que tem escrita num panfleto que distribui a quem a procura junto ao Parlamento, onde, semana após semana, continua a sua luta. Talvez os adultos tenham finalmente começado a ouvir as gerações que vão viver neste planeta. Já há um movimento chamado #Fridaysforfuture.

Greta, que também já está nomeada para o Prémio Nobel da Paz, influenciou estudantes em todo o mundo. "Quero que entrem em pânico. Quero que sintam o medo que eu sinto todos os dias", disse numa das suas declarações. Desde então, centenas de milhares de jovens de 112 países têm-se juntado nas ruas para protestar contra a inação dos governos no combate ao aquecimento global. Mas influenciou também políticos e países, incluindo Portugal que, em todo o caso, já era dos países mais bem posicionados no cuidado que dedica às alterações climáticas e às energias renováveis. E continua a dar cartas.

O Governo português acaba de criar o Green Visa, um programa que permite aos investidores estrangeiros obterem autorização de residência nacional se investirem quinhentos mil euros (€500.000) ou mais em projetos de desenvolvimento ambiental, como agricultura orgânica, ecoturismo e energias renováveis.

Na prática, é um novo visto de residência que procura impulsionar a realização do Roteiro Nacional para a Neutralidade do Carbono 2050, uma vez que Portugal está comprometido, em linha com o Acordo de Paris, com a missão de contribuir para limitar o aumento da temperatura média global do planeta a 2ºC e a fazer esforços para que esta não ultrapasse os 1,5ºC. Em certo sentido, é Portugal a responder positivamente a Greta Thunberg, mas também aos milhares de jovens que já se juntaram à ativista sueca.

Em Portugal, as áreas consideradas elegíveis para o investimento em vistos verdes (Green Visa) são:

1) Promoção e desenvolvimento de projetos e investimentos em ecoturismo.
2) Promoção e desenvolvimento de iniciativas de agricultura biológica não intensiva.
3) Investimentos voltados para o autoconsumo com energias provenientes de fontes renováveis.
4) Contribuição ativa para a implementação do Roteiro para a Neutralidade do Carbono.
5) Desenvolvimento de projetos com padrões comprovadamente altos de energia e um nível de consumo obrigatório de 75% ou mais para energia derivada de fontes 100% renováveis.

Portugal, Green Visa, investimentos, autorização de residência, Porto, Norte de Portugal, Algarve

Os Green Visa vão ajudar o país na captação de investimento ecológico internacional, garantindo simultaneamente a transição para uma economia circular e descarbonizada. Os vistos serão atribuídos a qualquer atividade exercida pessoalmente ou através de uma sociedade que conduza à concretização de, pelo menos, uma das situações enunciadas anteriormente, em território nacional, por um período mínimo de cinco anos.

Se precisar de mais detalhes sobre o Green Visa Portugal ou quiser solicitar informações sobre onde e como realizar "investimentos verdes" para obter residência em Portugal, não hesite em contactar-nos. A nossa empresa presta um serviço reconhecido nas regiões do Porto e Norte de Portugal e do Algarve, projetando essas regiões no panorama internacional e criando valor patrimonial para o cliente.

PEDIDO DE CONTACTO
PARTILHAR EM:

Imóveis em Destaque: Porto, Norte de Portugal, Algarve

Casa de campo com vistas de rio e serra, Vieira do Minho
Ref.: CS00485
€ 3 500 000
Moradia nova e moderna, em condomínio fechado, Porto
Ref.: LS02009
€ 385 000
Moradia com jardim, lago e vistas sobre Braga
Ref.: CS01963
€ 3 000 000
REDUÇÃO DE PREÇO
Venda de moradia de 3 frentes com jardim, Matosinhos, Porto
Ref.: CS03054
€ 775 000
Venda de apartamento duplex contemporâneo com terraço, Porto
Ref.: LS03384
€ 315 000
Moradia de luxo, com frente e vistas de rio, Esposende
Ref.: CS01414
€ 1 800 000

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

© 2018, LUXIMO'S.  | ENTREPORTAS
Contacte-nos
Algarve
+351 289 035 465
+351 967 233 629
Porto e Norte
+351 224 057 008
+351 932 773 095