Luximo's Christie's International Real Estate

12 razões para investir em casas de luxo no Algarve

12 razões para investir em casas de luxo no Algarve

A revista norte-americana Forbes elegeu Portugal como um dos sete melhores países do mundo para viver. A oferta imobiliária no Algarve é decisiva nessa eleição.

Não se surpreenda se, passeando pelo sul de Portugal, ouvir alguém dizer - um francês, um inglês, um brasileiro ou outro - que há muito sabia que, mais cedo ou mais tarde, iria comprar casa no Algarve. É talvez a história mais vezes repetida: alguém que veio uma vez de férias, ou em trabalho, ou participar num campeonato de golfe; alguém que veio no verão, ou no inverno que também parece verão; alguém que veio sozinho ou com amigos; alguém que veio e que nunca mais conseguiu deixar de vir. Porque depois foi repetindo a visita todos os anos até ao dia em que mudou de malas e bagagens com a família. Há mesmo muitas histórias destas. Há quem mude a sua vida toda para vir a meio do percurso profissional, e há quem espere pela reforma, o que atualmente tem inúmeras vantagens.

O Algarve é, há muitas décadas, o paraíso solar da Europa. E a existência desse retângulo dourado tem uma influência decisiva na recente lista divulgada pela Forbes, que elege Portugal como um dos sete melhores países do mundo para acolher cidadãos estrangeiros que estejam à procura de moradias e apartamentos à venda para se instalarem em território europeu. A revista norte-americana enfatiza o extenso leque de facilidades que existem em Portugal para receber direito à residência ou mesmo à cidadania. Exemplo disso é a doação de 250 mil euros para as artes. Ou o investimento num negócio. Ou a criação de um determinado número de postos de trabalho.

No entanto, como também sublinha a publicação, o caminho mais fácil para obter residência e cidadania em Portugal é mesmo investir em imobiliário. É também a opção mais tentadora, sobretudo quando olhamos para os apartamentos à venda em Vilamoura, na Quinta do Lago ou no Vale do Lobo. Basta investir 350 mil euros numa propriedade com mais de 30 anos – Almancil é um reduto de possibilidades para isso - ou 500 mil euros numa casa nova, como estas, em Tavira, e fica automaticamente habilitado a reclamar residência portuguesa. Estas ofertas figuram no programa Golden Visa, criado pelo Governo Português em 2012, mas estão longe de esgotar os benefícios de viver em Portugal. Tanto assim é, que há uma percentagem considerável de estrangeiros que se contenta apenas em beneficiar do luxo de comprar casa junto à praia, com vista mar, jardim e piscina sem reclamar nada em troca. Lagos, Portimão e Silves estão entre os lugares mais procurados. Para quem se deixa seduzir por este território, os preços imobiliários praticados em Portugal, muito abaixo dos que vigoram em qualquer outro país europeu, já são benefício suficiente. A verdade é que a lista de privilégios para quem muda para o Algarve é extensa e vale a pena conhecê-la. A LUXIMO'S Christie's International Real Estate selecionou 12 razões incontornáveis para fazer as malas.

1. Benefícios fiscais

Portugal tem um dos mais vantajosos regimes fiscais para residentes não habituais, pensionistas, trabalhadores especializados e investidores estrangeiros. Para ter uma pequena noção, só entre janeiro de 2017 e agosto de 2018, o número de residentes não habituais em Portugal aumentou 83%. Os franceses lideram o ranking na obtenção desse estatuto. Em termos gerais, o regime dos residentes não habituais permite beneficiar de uma taxa especial de 20% relativamente ao rendimento do trabalho dependente, empresarial e profissional. Por outro lado, e desde que verificados determinados requisitos, pode beneficiar de isenção de IRS relativamente a rendimentos obtidos no estrangeiro. Desta forma, muitos têm sido os reformados a gozar pensões completamente livres de impostos nos dois países - em Portugal e no seu de origem. Pode beneficiar deste regime durante um período de 10 anos quem seja residente fiscal em Portugal e não tenha sido assim considerado nem tributado nos últimos cinco anos.

2. Golden Visa

Ficou conhecido como Visto Gold/Golden Visa/Visa Dourado, mas na prática é uma autorização de residência e permanência em território português durante um período inicial de cinco anos. O programa, que se destina apenas a cidadãos residentes fora da União Europeia ou do espaço Schengen, tem como objetivo atrair investimento para Portugal. Por essa razão, há um de três caminhos possíveis para obter o visto: transferir capitais no valor mínimo de um milhão de euros; criar pelo menos dez postos de trabalho ou comprar imóveis no valor de 500 mil euros. Como já mencionámos, o Algarve é, neste sentido, o melhor lugar para investir. Confirme aqui. Posteriormente, o investidor pode requerer autorização de residência permanente ou mesmo nacionalidade portuguesa.

3. Segurança

Portugal figura em rigorosamente todas as listas dos países mais pacíficos do mundo, estando sempre posicionado nos primeiros lugares. No ranking da Global Peace Index 2019, um índice que mede a paz em 163 países, e que é elaborado pelo Instituto para Economia e Paz sediado em Sydney, Portugal é considerado o 3.º país mais seguro do mundo. Subiu uma posição em relação ao ano anterior e, gradualmente, 15 posições em relação a 2013. Entre os países europeus, Portugal sobe mesmo para 2.º lugar, sendo ultrapassado apenas pela Islândia. Para que possa ter um termo de comparação, Espanha está em 32.º lugar da lista, tendo descido três posições no espaço de um ano, e França desceu para o 60.º lugar. Fora da Europa, um país como o Brasil está em 106º lugar.

4. Custo de vida

Dificilmente um estrangeiro não ficará espantado com o custo de vida em Portugal. Possivelmente, é o único país da Europa onde quase todos os padrões de exigência são possíveis sem que tenha passado a vida inteira a juntar dinheiro para isso. Isto vale para a habitação, os serviços, o lazer e a educação. Para ter uma base de entendimento, a Fundação para a Ciência e Desenvolvimento (FCT) criou um projeto de investigação em que, depois de analisadas múltiplas variáveis, estabelece o Rendimento Adequado para viver com dignidade em Portugal. O valor necessário para uma pessoa solteira é inferior a 800 euros. Um casal com um filho necessitaria de menos de 2000 euros. Ou então, pense só nisto: em que país do mundo é possível tomar café (ainda por cima, um dos melhores cafés do mundo) por menos de 1 euro?

5. Qualidade de vida

A qualidade de vida depende diretamente mas não exclusivamente do custo de vida. Voltemos a partir de uma base científica. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), a qualidade de vida implica bem-estar físico, mental, psicológico e espiritual, mas também socialização, saúde, educação, habitação e segurança. Neste sentido, Portugal volta a ocupar os lugares cimeiros em todos os rankings, e o Algarve volta a dar um importante contributo para isso. Tomemos a educação e a saúde como referência. Em Portugal, a oferta de ensino público e privado, com o ensino ministrado em várias línguas em todos os graus, não tem comparação com quase nenhum outro país da Europa. Já as universidades portuguesas estão presentes em todos os rankings mundiais de credibilidade e exigência. A Universidade do Algarve surge, em 2019, no top 5.9% mundial e em 7º lugar a nível nacional, revela o relatório anual do Center for World University Rankings (CWUR). Em termos de saúde, o Algarve tem vários hospitais privados, mas vale a pena ter esta nota em consideração: em Portugal, mesmo quem tem muito dinheiro não dispensa o Serviço Nacional de Saúde. E talvez este seja o seu melhor certificado de qualidade.

6. Domínio de outras línguas/Comunicação

Não será preciso mencionar a época dos Descobrimentos para saber que Portugal é um país de viajantes. Isso ajudará a explicar a facilidade com que a maioria dos portugueses fala inglês, francês ou espanhol. Também por essa razão, há cada vez mais estrangeiros a escolher o país de Camões para viver. O período de adaptação é praticamente inexistente. De acordo com o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo (RIFA), atualmente há quase meio milhão de estrangeiros a viver em Portugal. Franceses, ingleses e italianos estão entre as nacionalidades que mais têm procurado Portugal. De acordo com o mesmo relatório, cerca de 60 mil destas pessoas vive em Faro, no Algarve.

7. Os portugueses/Hospitalidade

Há uns anos, Paul Luckman, diretor do Portuguese News, um jornal de língua inglesa publicado em Portugal, decidiu fazer um inquérito para saber por que razão os estrangeiros como ele escolhiam Portugal e sobretudo o Algarve para viver. Ele mudou-se para lá em 1968. Interessava-lhe a resposta num universo específico: o das pessoas com elevado poder de compra. "Quando lhes perguntámos porque é que vieram morar para cá, a resposta não foi o golfe ou a praia, mas sim os portugueses e este país fantástico", afirmou. Aliás, a mesma resposta foi dada recentemente pelo estilista francês Christian Louboutin. A paixão do criador das famosas solas vermelhas por Portugal é tal que decidiu criar uma mala para homenagear o país. Chama-se Portugaba.

comprar apartamento, moradia, Algarve

8. Qualidade dos condomínios

Poderia ser tudo perfeito em Portugal e, também devido ao clima, particularmente apetecível no Sul do país. Mas se a qualidade da construção e dos condomínios não acompanhasse as vantagens da paisagem natural da região, o encanto não seria o mesmo. Sucede que as casas de luxo em Portugal, país de arquitetos e designers reconhecidos mundialmente, completam o sonho de qualquer família. No Algarve, não há moradia ou apartamento em que algum detalhe seja deixado ao acaso: privilegia-se a privacidade, as vistas, os acabamentos, a zona privada e a zona social. Confirme aqui com os seus próprios olhos.

9. Clima

De todas as características do Algarve, o seu clima mediterrânico temperado é talvez aquela que menos precisa de apresentações. Contudo, vale a pena lembrar que estamos a falar de mais de 300 dias de sol por ano, quase nenhuma chuva e dias intermináveis de luz. São mais de dez horas por dia de sol. No inverno, a temperatura média oscila entre os 15 e os 20 graus; no verão sobe para os 30 graus. É dos poucos lugares da Europa onde é possível fazer praia em outubro, ou até em novembro. Sempre com água amena. E em que é possível ter vida ao ar livre durante todo o ano, o que contribui, e muito, para imensa e vibrante vida noturna.

10. Localização/Aeroporto

O Algarve tem excelentes ligações ao resto do país e do mundo. Pelo aeroporto, que está edificado a uns escassos 4 Km da cidade de Faro, passam anualmente cerca de cinco milhões de turistas. Há várias companhias aéreas com ligações regulares à Europa, mas também para países de outros continentes. Acresce que todo o país é servido por uma rede de autoestradas e vias rápidas de primeira linha. Espanha fica a menos de uma hora de distância e Lisboa percorre-se facilmente em duas horas. Há ainda a rede ferroviária europeia, de que Portugal também faz parte.

11. Gastronomia

O peixe pescado em Portugal foi recentemente considerado pelos mais prestigiados chefs mundiais como o melhor peixe do mundo. Acresce que os portugueses, até pela longa tradição do mar, são especialistas a cozinhar peixe e marisco. E se há região para os comer, é o Algarve. Mas a gastronomia tradicional do sul do país não se esgota nos produtos do mar. Os vegetais frescos e as leguminosas secas têm também presença assídua na cozinha. E o azeite e o pão, acessórios em tantos pontos do mundo, assumem aqui, pela sua elevada qualidade, um papel central. E depois há ainda os mais tentadores doces da região, feitos à base de ovos e frutos secos. A doçaria algarvia figura também em quase todas as listas daquelas coisas que temos de comer pelo menos uma vez na vida.

12. Golfe

Ficou para o fim o que é mais conhecido, mesmo para quem não o pratica: o golfe. O Algarve é a região do golfe por excelência. São quase 50 campos desenhados pelos melhores arquitetos do mundo, em cenários absolutamente paradisíacos. Muitos destes campos recebem torneios internacionais, como o Portugal Open ou o Portugal Masters. Entre os mais famosos estão o Penina, considerado a Meca do golfe no Algarve, a Quinta do Lago, localizado entre o Atlântico e a Ria Formosa, Vale do Lobo, com o famoso buraco 16 localizado numa falésia, e Vilamoura, desenhado pelo lendário jogador norte-americano Arnold Palmer.

PEDIDO DE CONTACTO
PARTILHAR EM:

Imóveis em Destaque: Algarve

REDUÇÃO DE PREÇO
Venda de apartamento novo próximo do mar Vilamoura, Algarve
Ref.: 1LS00731
€ 555 000
Venda de terreno para construção de moradia, vista mar, Lagos, Algarve
Ref.: 1LS00191
€ 396 800
Moradia à venda perto da praia e golfe, Vila Real Sto António, Algarve
Ref.: 1LS00473
€ 370 000
Venda de apartamento duplex com vista mar em Tavira, Algarve
Ref.: 1LS01071
€ 470 000
Moradia tradicional para venda, com piscina e jardim, Silves, Algarve
Ref.: 1CS00225
€ 750 000
Moradia à venda, com piscina, em campo de golfe, Vilamoura, Algarve
Ref.: 1CS00589
€ 2 080 000

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

© 2018, LUXIMO'S.  | ENTREPORTAS
Contacte-nos
Algarve
+351 289 035 465
+351 967 233 629
Porto e Norte
+351 224 057 008
+351 932 773 095