Luximos Christie's International Real Estate

8 Razões para redescobrir o Algarve neste Inverno

8 Razões para redescobrir o Algarve neste Inverno

Algarve rima com verão, mas já se perguntou o que está a perder no inverno?

Golfe, surf e silêncio, sem multidões nem trânsito nem filas.

A sucessão de limitações que a pandemia impôs à nossa liberdade fez disparar a vontade de viajar para uma região com sol e sem problemas, onde seja possível descansar e evadir-nos um pouco da realidade. Quem pode viajar para o Algarve tem a vida facilitada e uma oportunidade única para redescobrir uma região que beneficia, mesmo em pleno inverno, de uma temperatura amena, que se aproxima dos 15 graus. Não se trata de um plano B, mas de um belo plano A que, de resto, ajuda a explicar por que razão os estrangeiros, sobretudo oriundos de climas frios, como a América e o Norte da Europa, continuam a querer comprar casa em cidades costeiras como Tavira, Faro, Albufeira, Portimão ou Lagos.  Também não se trata de um incentivo à transgressão, mas de conquistar um pouco de liberdade e de indispensável sanidade mental.

Nos tempos duros que todos vivemos, o mais difícil de conseguir é o equilíbrio entre a segurança e o bem-estar. Nesse sentido, visitar o Algarve, no Sul de Portugal, pode ser a opção ideal para quem está a precisar de espairecer sem deixar de cumprir as regras de prevenção do contágio da pandemia de covid-19. A LUXIMOS Christies International Real Estate organizou uma lista com 8 sugestões a que pode aderir sem se colocar em risco nem prejudicar ninguém. Aproveite também o silêncio das praias e o ar das colinas e das serras algarvias.

Se sempre sonhou ter um pedacinho de Algarve só para ti, pode encontrar agora um pedaço maior, distante do trânsito, das filas e da habitual multidão que inunda a região nos meses quentes de verão. Em Portugal, não poderá encontrar melhor lugar para fazer umas férias fora de época.


1. Apaixonar-se pela prática de golfe

Com os seus 40 campos de golfe de qualidade internacionalmente reconhecida, o Algarve é, há vários anos consecutivos, distinguido como o melhor destino de golf da Europa. Mas desenganem-se os amadores que pensam que a melhor altura para a prática deste desporto é o verão. Não é. A época alta decorre durante os meses de setembro e outubro ou fevereiro e março. Ou seja, entramos em contagem decrescente para um desses períodos dourados que, em circunstâncias normais, seduzem pessoas de todos os cantos do mundo. Apesar de este ano tudo ser diferente, a verdade é que o golfe tem características particulares, nomeadamente o facto de ser essencialmente um exercício individual e ao ar livre, que oferecem aos amantes desta prática desportiva a possibilidade de continuarem a jogar, mesmo em período de confinamento. Se nunca pensou em jogar golfe, aproveite esta oportunidade. Ainda por cima, muitos dos campos de golfe algarvios são premiados, porque são, também, imbatíveis na sua integração na paisagem. Além disso, a prática de golfe reduz o stress e estimula a atividade cerebral. Precisa de mais argumentos para dar um salto a Vilamoura ou a Vale do Lobo? Conheça aqui) os cinco melhores resorts de golfe.

 

2. Aprender a surfar ou a mergulhar

Para a prática de surf, o cenário repete-se: o Algarve tem algumas das melhores ondas do mundo e a melhor altura para cortar ondas é agora. Isto vale para os corajosos mas também para os principiantes. Mais uma vez, este ano acresce a vantagem deste desporto configurar naquelas modalidades que não ficam limitadas pelo confinamento. Na região, destaca-se o barlavento algarvio, onde se incluem os municípios de Albufeira, Aljezur, Lagoa, Lagos, Monchique, Portimão, Silves e Vila do Bispo. Esta zona ocidental, conhecida pelos ventos fortes ao longo da costa, é o cenário perfeito para fazer uma primeira experiência neste desporto conhecido por esvaziar a cabeça de problemas e encher o corpo de equilíbrio. Se preferir um contacto ainda mais profundo com a natureza marítima, pode optar por fazer mergulho. Como o Algarve tem 300 dias de sol por ano, começar a aprender a mergulhar no inverno não o vai arrepiar.

 

3. Namorar moradias e apartamentos

A excelente relação qualidade/preço na região mais a sul de Portugal continental, contribui para que o Algarve seja local de eleição para a compra da segunda habitação ou de casa de férias. No entanto, cada vez mais estrangeiros escolhem o Algarve como local de residência permanente, nomeadamente para passar o período de reforma num local com maior qualidade de vida. Aproveite este momento e comece também a namorar a moradia, apartamento ou terreno que gostava de comprar. E compre mesmo! Comece a sua operação de charme pelo centro do Algarve, em particular o Triângulo Dourado, constituído por alguns dos destinos mais exclusivos do País - Quinta do Lago, Vale do Lobo e Vilamoura - e, se tiver dúvidas, contacte a LUXIMOS e solicite uma visita guiada ao que de mais maravilhoso existe no imobiliário de luxo.

 

4. Relaxar em luxuosos spas 

Descansar é preciso. Uma visita a um dos muitos e luxuosos spas - "spa" é um acrónimo do Latim "Sanus per aquum", ou seja, "cura através da água" - que existem no Algarve, com uma extensa gama de oferta de tratamentos, pode dar um importante contributo para que restabeleça as suas energias. Em Albufeira, o Spa do resort dos Salgados, com piscina interior, é um dos mais considerados. Em Vale do Lobo  recomenda-se o Royal Spa, um autêntico refúgio da vida real. No Carvoeiro, a escolha recai sobre o Vale d'Oliveiras, que beneficia de duas piscinas, uma coberta aquecida e uma exterior, um ginásio, jacuzzi, sauna e banho turco. Apesar de todos estarem integrados em hotéis, estão abertos ao público. Guarde estas sugestões para o fim do confinamento.

 

 

Artigo Relacionado: Porque é que os britânicos continuam a comprar casa no Algarve?

 

5.  Restabelecer a adrenalina num jipe ou num kart

Uma das desvantagens trazidas pela pandemia foi uma certa sensação de entorpecimento. Se é uma daquelas pessoas que sente que lhe roubaram as adrenalina, alugue um jipe e faça o seu próprio safari, descubra a vida selvagem do Algarve, aprenda mais sobre a região e tire muitas fotografias. Algumas das partes mais bonitas deste território da Península Ibérica só poderão mesmo ser conhecidas assim, com tempo e sem calor. Um passeio de jipe é também uma boa escolha para as famílias que se debatem com a crescente impaciência de adolescentes e jovens ditada pela saturação dos últimos meses. Se esta opção não for suficiente para restabelecer os seus níveis de energia, então desloque-se a um dos vários kartódromos e sinta a velocidade numa pista de carros. Pode fazê-lo na Marina de Albufeira, de Almancil ou Portimão.

 

6. Passear de bicicleta ou de segway

Se quer emoção mas sem exagerar, reduza um pouco a velocidade e opte por alugar uma bicicleta. Nesta altura do ano, é muito fácil conseguir alugar um veículo de duas rodas com todo o equipamento de que precisa para se sentir seguro. E é uma bela maneira de compreender, percorrendo a costa, as características de cada praia. Se gostava de fazer este passeio mas sem ter de se cansar a pedalar, opte por uma segway. Se tiver filhos pequenos, pode fazer passeios muito divertidos pela cidade ou pelas praias. 

 

Artigo Relacionado: Imprensa mundial elege Portugal para viver após a pandemia

 

7. Conhecer o artesanato e as iguarias regionais

As praias algarvias são tão boas e aquele calor sabe tão bem, que tudo o resto fica relegado para segundo plano. O Inverno é a altura de fazer a revisão da matéria dada e perceber o que está realmente a perder. Porque não se conhece verdadeiramente uma região sem provar os seus produtos típicos. No caso do Algarve, a lista de iguarias obrigatórias é longa. Anote: nunca poderá dizer que conhece bem o Algarve se nunca tiver provado um chouriço de carne da Serra de Monchique, um Dom Rodrigo, uma batata doce de Aljezur ou uma azeitona britada. No mesmo patamar, surge o artesanato. É normal que não lhe prestemos tanta atenção no verão, mas nestes dias atípicos da nossa vida vai saber bem conhecer a cerâmica, a tecelagem e as peças de cobre que ali se fazem à mão. A propósito, sabe o que é uma cataplana?  

 

8.  Feche sempre o dia com um brinde

Em Portugal gostamos de pensar que o bom vinho está no Douro , mas a verdade é que há outras regiões a produzirem esse nectar dos deuses com que devíamos fechar sempre os dias. O Algarve é uma dessas regiões, razão pela qual várias quintas vinícolas têm apostado cada vez mais na degustação de vinhos. Com as restrições atuais, é possível que não encontre nenhuma quinta disposta a fornecer-lhe essa experiência, mas não faltam adegas e mercearias onde adquirir uma garrafa prestigiada. Se ainda está aqui, retire a rolha e brinde à vida!

 

Artigo Relacionado: 10 regras para trabalhar em casa sem perder a cabeça

PEDIDO DE CONTACTO
PARTILHAR EM:

Imóveis em Destaque: Algarve

Moradia contemporânea com piscina, junto ao Golfe, Vilamoura, Algarve
Ref.: 1LS01264
€ 1 890 000
Venda de apartamento de luxo em resort de golfe, Lagos, Algarve
Ref.: 1CS01135-21C
€ 565 000
Venda de moradia com terraço e jardim, Silves, Algarve
Ref.: 1CS01231-MM60
€ 470 000
Venda de moradia com piscina, vista para a marina, Vilamoura, Algarve
Ref.: 1CS00021
€ 1 125 000
Apartamento T3, condomínio privado, Faro, Algarve
Ref.: 1LS01315-AC
€ 245 000
Venda: Apartamento novo c/ terraço, condominio fechado, Lagos, Algarve
Ref.: 1CS01229-4A
€ 480 000

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

© 2018, LUXIMOS.  | ENTREPORTAS